Sustentabilidade-telhado-verde-marcio-kogan-casa-mm-capa

Telhados: verdes e sustentáveis

Telhados: verdes e sustentáveis

 

A sustentabilidade e suas soluções são temas que caminham juntos e seguem em evidência no mundo moderno e, por esse motivo, vamos falar aqui no Blog sobre uma iniciativa que vem ganhando espaço nesse debate: a arquitetura sustentável dos telhados verdes. Afinal, fazer a nossa parte faz a diferença.

Casa OS : Nolaster

Para começar a falar sobre o tema, vamos primeiro entendê-lo melhor. A arquitetura sustentável ou arquitetura verde nada mais é do que uma maneira de projetar, que objetiva reduzir o impacto ambiental de uma edificação. É isso que acontece quando os telhados verdes entram em ação. A nova tendência – que faz uso de materiais recicláveis, com ênfase na economia de energia e reuso da água e se caracteriza pela aplicação de cobertura vegetal nas edificações, traz inúmeros benefícios como a redução de temperatura, retenção de água da chuva, aumento da vida útil da impermeabilização, filtro de poeiras e gases tóxicos do ar, aumento da biodiversidade nos grandes centros urbanos e redução de ilhas de calor. Características como o abrigo da biodiversidade e diminuição da poluição sonora, além da criação de novas áreas de lazer, cultivo de alimentos e convívio social também fazem parte das vantagens dessa opção. A instalação de um telhado verde e sustentável pode demandar atenção especial com a manutenção, mas é um detalhe que pode ser contornado.

Sustentabilidade-telhado-verde
ntu_singapore6

Edificio Nanyang em Singapura

Agora que falamos sobre e quais as vantagens, vamos desmistificar algumas críticas a respeito do tema:

  •  É só colocar terra e grama no telhado: Não é tão simples. Esse tipo de cobertura requer planejamento e cuidados prévios para garantir o seu sucesso!
  •  Essa não é uma prática inovadora ou recente: as novas tecnologias têm apenas qualificado o uso de telhados verdes, uma vez que existem relatos de telhados vivos protegendo casas há 70 anos. Na Alemanha, por exemplo, os tetos verdes estão presentes nas construções desde 1943.
  •  Apenas edifícios sustentáveis podem receber tetos verdes: até mesmo casas comuns, que não foram projetadas com ares de sustentabilidade, podem se adequar e receber todos os benefícios já citados.
  •  Alto custo: o preço inicial pode ser um pouco acima de um telhado comum, mas os benefícios em longo prazo compensam esse investimento. Além disso, a manutenção pode ser barateada pela escolha de plantas nativas que reservam água e que vão agregar as tradicionais vantagens e ainda custar menos.
  • Problemas na estrutura –  todo teto pode ter infiltração: A preocupação é comum, mas infundada. Não há estudos que relacionam problemas de infiltração ao uso de um telhado verde. Esse tipo de estrutura precisa apenas de uma boa e segura instalação, além de especificações do design estrutural qualificadas.

Sustentabilidade-telhado-verde-piso

Brise Vegetal

 

 

1 resposta

Deixe uma Resposta

Quer se juntar ao tópico?
Fique à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>